segunda-feira, 26 de maio de 2014

Primeiro Sorteio do Aprendendo a Ser Mãe Hoje!!!

Queridas amigas mamães!!!

Nesse mês de maio, o blog Aprendendo a ser mãe hoje completa seu primeiro ano de vida! Que alegria!!!! E claro, eu não poderia deixar passar em branco essa data!!!!

Pra ajudar, como a maioria já sabe, estou lançando meu primeiro livro, voltado principalmente para mães: Movendo os Céus, alcançando Milagres de Deus em Oração! 


Então, vamos unir esses dois motivos de alegria, e sortear no blog 3 livros para três sortudas amigas leitoras!!!

Para participar, é muito simples: 

1- curtir a nossa página no Facebook (ao lado direito tem um botão)

E torcer pra ser a sorteada!!!!


O sorteio será realizado no dia 20 de junho, e eu conto com a sua participação!!!

Após o sorteio, será enviado um e-mail baixar iq option para as três sorteadas solicitando o endereço de correspondência. Caso não obtenha o retorno em 3 dias, será sorteado novamente. Fiquem atentas!!!!


Quero aproveitar a oportunidade e agradecer a cada uma de vocês. 

Nesse primeiro ano de blog, fiz muitas amizades queridas, tive que parar por um tempo pela correria do trabalho, mas definitivamente não consigo ficar longe de vocês, portanto, continuamos, partilhando e trazendo muitas dicas para as mamães!


sexta-feira, 9 de maio de 2014

Sobre bananas, brancos, negros e filhos!


Há pouco tempo atrás, eu estava num shopping center com meu marido e as crianças. Enquanto esperávamos nosso pedido na praça da alimentação para jantar, a Mariana fez amizade com outras 3 menininhas que estavam com seus pais em mesas próximas a nossa. Elas ficaram por ali, brincando, e correndo de uma mesa a outra, até que chegou nosso pedido, que naquela noite entre outras coisas tinha uma porção de batata frita.

Quando ela veio comer, as outras menininhas vieram também (que criança não gosta de uma batata frita???) e rapidamente ajeitamos cadeiras para todas sentarem-se com a gente. Quando uma das mães veio conversar conosco, fez o seguinte comentário: nossa, que mesa multi-racial!!! Só aí nos demos conta de que entre as novas amiguinhas, havia uma negra, uma japonesa e uma loira. Achei lindo!

Lindo ver que as crianças não tem preconceito!!! Lindo de ver que estamos criando filhos que não se importam com tonalidades de pele, se os olhos são puxados ou redondos, se o cabelo é liso ou enrolado, mas se importam com pessoas, e vêem todas sem distinção!

Muito se tem visto na internet e TV os comentários sobre o episódio da banana no estádio.  Depois disso, formou-se uma campanha que só cresce: “Somos todos Macacos”. Achei bonito o empenho de muitos artistas e muitos anônimos juntando-se a causa, comendo bananas para mostrar que somos todos iguais. E realmente somos. É deplorável existirem pessoas que se achem superioras a outras por causa da cor da sua pele.


Entretanto, apesar de concordar totalmente com a luta dessa campanha (pela valorização dos negros, anti racismo, dizer que somos todos iguais, etc), eu não concordo com o “somos todos macacos”. Simplesmente porque não somos. Somos gente, filhos de Deus, temos inteligência, sabedoria, discernimento, alma!! Não somos animais!!!!

E é assim que devemos nos ver e ver os outros, como gente! Para nós, brasileiros, isso torna-se mais forte do que para outros países. Porque nosso povo é multi racial, somos formados por diversas cores, diversos tipos de cabelo, de nariz, de lábio, de olhos, diversas culturas... e com toda essa mistura, saiu esse povo lindo, simpático e amoroso que é o povo Brasileiro. Um povo alegre, carinhoso e muito bonito!!!

E é aí que entra a nossa missão como mães: criar nossos filhos a fim de que jamais sejam racistas! Criá-los de forma que eles vejam o outro como alguém igual a ele. Nunca inferior, e nunca superior! Criá-los para amar ao próximo como a si mesmos, como Jesus nos ensinou.

Por isso, queria partilhar com vocês um texto muito legal, que me fez repensar essa história das bananas. Esse texto foi escrito por um padre amigo no blog dele. Inclusive, ele começou uma campanha que eu assino em baixo: 
#somostodosgente

Não somos macacos, mas filhos de Deus, pessoas com dignidade !!!
#somostodosgente e é assim que devemos nos comportar, é isso que devemos ensinar a nossos filhos!

Segue o texto do padre Edivan!!





Um abraço a todos e bom fim de semana!!

* fotos da internet!

quarta-feira, 30 de abril de 2014

Lançamento do meu Livro!!!!!

Queridas mamães!!!


Hoje venho com muita alegria contar uma novidade pra vocês!!!
Meu livro chegou!!!!!! Sim, a mamãe aqui virou escritora!!!

Nessa semana já deve estar chegando nas livrarias, e já dá para comprar online pelo site da Editora!!

Nesse livro eu conto os diversos milagres que aconteceram em minha vida depois que eu me tornei mãe. Sim, foram muitos. E com tudo isso, em meio aos sofrimentos, consegui ver claramente a Mão Poderosa de Deus e o Amor dEle por todos nós que pedimos milagres por nossos filhos! 
Lançamento livro Movendo os Céus


Sim, Deus pode mudar o curso da história e Mover os Céus quando uma mãe ou um pai coloca os joelhos no chão pedindo pela misericórdia de dEle!!! A minha história, contada nesse livro, é a prova disso! E eu decidi escrever para encorajar outras mães a lutar, pois Deus pode tudo!

Lançamento: livro Movendo os Céus Alcançando Milagres de Deus em Oração - Um livro para mães que querem ver milagres acontecendo em suas famílias!

Já está disponível no site da Editora Raboni, para acessar, clique aqui!



quinta-feira, 24 de abril de 2014

Luto

Olá mamães queridas. Hoje estou de luto. 

Uma amiga muito querida faleceu ontem. Lutava contra o cancer e parecia estar vencendo. 
Ontem eu e meu marido completamos 10 anos de casamento... e perdemos nossa madrinha. 

E por que falar de luto num blog para mães? Porque para mim, ela era um grande exemplo de mãe!
Ela engravidou solteira, fazia faculdade, a família em outra cidade, o namorado assumiu, mas não tinha condição financeira. 

Quando confirmou a gravidez pelo exame, e sentiu o desespero da situação, começou a chorar. Mas, lembrou-se do bebê, que estava ali, sendo formado, sem culpa nenhuma... colocou a mão na barriga e disse a ele: "a mamãe te ama! não estou chorando por você. Vamos te receber com muito amor, mas ainda preciso resolver muitas pendências por aqui antes de você chegar. Fique tranquilo, você será muito bem vindo!" 

Eu sempre me emocionava quando ela contava essa história. Num mundo que tenta a todo custo liberar o aborto, em que o egoísmo reina entre nós, essa mulher, assim como tantas outras guerreiras, que assumem a gravidez não planejada de forma belíssima, com garra, nos dão um banho de sabedoria e de amor!

Esse post é para homenagear minha grande amiga Adriana Peraro Moreno Clemes, que ontem foi para os braços do pai. 
Peço a todas as mamães que lerem esse post, que rezem pela família, filhos  e marido, bem como por sua alma, que encontre a alegria da recompensa eterna!

beijos e lágrimas. 

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Primeira vez no cinema!!!

Olá mamães!! Matando as saudades!!!
Quero contar sobre a primeira vez da Mariana no cinema!!
Nunca tínhamos levado, e eu ia esperar mais um pouquinho, porque ela normalmente não assiste nem metade de um filme (desenho) em DVD na TV, que dirá ficar uma hora e meia sentada numa sala. 
Até que uma amada tia que mora na Inglaterra mandou um lindo vestido de princesa pra ela. Só que o vestido era de uma personagem que ela não conhecia: a princesa Ana do filme Frozen - Uma Aventura Congelante!!!

Chegou o carnaval, fomos convidados por uma amiga a participar de uma festinha de Matinê para as crianças que o condomínio dela promove todos os anos, e claro, levar as crianças fantasiadas. Claro que ela quis ir de vestido novo de princesa. 
Pimpolhos fantasiados, fomos à festa. Chegando lá, encontramos uma amiguinha da escola que ela gosta muito. O avô da amiguinha é morador daquele mesmo condomínio. A amiga ficou eufórica ao ver a roupa da Mari. Não entendi até a mãe me explicar: a fantasia da amiga (chamada Laura) era da princesa Elsa - a irmã da princesa Ana, do mesmo filme. A diferença é que a Laura assistiu no cinema o bendito filme, e amou!! E ficou maravilhada por estar vestida de irmã da Mariana! 

Claro que a Mariana não entendeu nada, e achei que deveria levá-la para assistir o filme, que ainda não tinha em DVD porque estava passando no cinema!!!
No domingo de carnaval, providenciamos que meus pais cuidassem do Gabriel e encontramos uma sessão de cinema no meio da tarde para levar a Mariana. 
Fomos eu e o papai, felizes levar a Mariana para sua primeira sessão de cinema. Mas, muito preocupados em como seria, pois o escuro, o som alto, e o tempo de filme poderiam incomodá-la. Para falar a verdade, fui preparada para sair no meio do filme!!!

Mas, para nossa surpresa, nossa pequena se saiu muito bem nessa primeira sessão!! Diferente de uma outra amiguinha, que teve que sair no meio do filme, depois fiquei sabendo... 
Seguem as dicas do que fiz, para quando você for "estrear" sua criança no cinema:

  • Por mais "antiquado" que possa parecer, escolhemos uma das poucas sessões aqui da cidade que não eram com filme em 3D. Por alguns motivos: primeiro, porque já é muita novidade o cinema em si. Ficar uma hora e meia a duas horas dentro de uma sala escura, fechada, com uma TV gigante e com um som super alto, pra mim já é novidade suficiente para uma menininha de 3 anos. Me preocupei dos óculos dos filmes em 3D incomodarem, bem como se ela ficaria com medo das coisas "vindo pra cima dela" num 3D. Essa decisão foi ótima, porque depois, conversando com uma amiga cujo filho tem a mesma idade dela, ela se arrependeu de ir num filme 3D com o filho pois ele ficou com medo e incomodado com os óculos!!

  • Antes de ir, conversamos muito com ela. Empolgados, explicamos que era muuuuuito legal ir ao cinema, que era uma sala com TV gigante e que só as crianças grandes podiam ir (o irmãozinho Gabriel ficou na vovó), e que teríamos que ficar o tempo todo sentadinhos, e não conversar, se precisasse falar algo teria que ser bem baixinho para não incomodar os outros. Ela entendeu o recado, e foi super tranquila.

  • Lembrei-me que o ar condicionado de cinema normalmente é fortíssimo, e levei ela de calças, tenis e levei uma blusa de frio para vestir caso gelasse - o que foi ótimo porque realmente gelou. Eu passei frio, mas ela estava numa boa.

  • Compramos pipoca, refri, o que a deixou "ocupada" no início do filme, quando ele normalmente é menos legal... no final estamos mais preocupadas com o que vai acontecer.

  • Antes de entrar, passada obrigatória no banheiro para um xixi. 

  • Escolhemos uma sessão a tarde - num horário que deu para ela tirar a soneca de depois do almoço, mas ainda cedo para não estar com sono novamente - era as 16h. Esses dias umas amigas levaram as filhas na sessão das 18:30h. Não foi legal, estavam cansadas e começaram a ficar irritadas no final do filme porque estavam com sono. 
Enfim, deu tudo certo, ela amou o filme, o cinema, o passeio, e nos deixou felizes por saber que nossa menininha já pode nos acompanhar nos próximos desenhos!!!!


E como foi a primeira vez dos seus pimpolhos no cinema? Alguma dica extra???


sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Como lidar com queimadura nos pequenos

Olá amigas mamães... 
E queria contar o que aconteceu no dia 31 de dezembro, sim, a véspera de ano novo!!
Eu estava na casa da minha cunhada em outra cidade, e num descuido o Gabriel apoiou a mãozinha no forno quente, era final de tarde, carne assando para a comemoração do ano novo!!

Eu estava ao lado dele, batendo um mousse no liquidificador, vi quando ele veio perto de mim, e me esqueci que o forno estava quente, e paguei caro pela distração: o coitadinho sofreu com a queimadura!
Bom, nessa hora me lembrei de tudo o que havia aprendido sobre queimaduras:

  • se a pele está quente, mesmo que não estiver mais em contato, a mãozinha continua queimando, então a primeira coisa é esfriar a pele!!!
Peguei um pote de plástico, pedi ao marido que colocasse água fria. Enquanto ele fazia isso, eu fiquei com o Gabriel no colo, com a mãozinha debaixo da torneira. Assim que ele encheu o pote, colocamos a mãozinha lá, mesmo com ele gritando, e seguramos , por um bom tempo, uns 10 ou 15 minutos, até ter certeza que a mão esfriou. Nesse tempo, a água esquenta, então colocávamos água gelada, ou cubinhos de gelo (não em contato direto com a pele, mas com a água). 

Depois de esfriar bem a pele que eu fui olhar como ficou, vermelhinho nos dedinhos e em alguns pontos da palma da mão, ele chorava, ainda doía. Me lembrei de ter lido em algum lugar sobre colocar CLARA DE OVO em queimadura. Gente, vocês não imaginam como foi bom. 


Pra ajudar, eu estava na casa da minha cunhada, em outra cidade, mas quando eu falei da clara, ela prontamente separou a gema da clara de dois ovos, colocou num prato fundo, e pegou um porta-joias daqueles caixinha de música, com bailarina, pra ele ficar olhando. Colocamos a mãozinha dele ali e ele gostou, ficava mexendo, sentindo a meleca da clara de ovo, e olhando para a bailarina rodando. E parou de chorar. 

Quando ele cansava de ficar com a mão ali ele tirava, mas a dor voltava, e ele começava a chorar novamente, e ele mesmo colocava a mão de volta no prato com a clara de ovo, e parava de chorar. 

Claro, tratava-se de uma queimadura leve, daquelas que só ficam vermelho. Se fosse algo mais grave, certamente tem que correr pro hospital. 

Depois de algumas horas ali com a mãozinha na clara, a gente foi colocando mais ovos, porque ele se derramava, batia, espirrava, mas com o tempo ele começou a ficar irritado por estar ali, preso. Aí pedi para o marido ir numa farmácia, e ver se não tinha uma pomadinha que pudesse passar em bebês - o Biel tem um ano e meio. Ele achou uma e trouxe, explicava que deveria passar e cobrir com gaze. 

Fizemos isso, embrulhando a mãozinha. Até porque, corria o risco dele colocar na boca ou olhos, então era melhor estar embrulhadinha. Ele não gostou nada, mas ainda foi melhor do que ficar preso àquele prato de clara de ovo. Agora ele podia voltar ter mobilidade. Ele ficou por mais uma hora com aquele gaze até que acabou conseguindo tirar, mas a pomada já havia sido absorvida, e pelo jeito ele não sentia mais dor. Eu lavei a mãozinha com sabonete, para não correr o risco de ter algum resquício e dele colocar nos olhos. Mas tudo ficou bem. 

No dia seguinte, ainda estava um pouco vermelhinha, mas nem bolhas surgiram. Claro que ficamos de olho se ele não tinha alguma alteração aparente, como irritação ou febre, e levaríamos a um médico, mas... a bendita da Clara de Ovo foi a nossa solução!

Sabemos que esse tipo de acidente dói muito mais em nós do que neles, mas é nessa hora que devemos ser rápidas, porque evitamos mais sofrimento pros nossos tesouros!

Alguém tem mais alguma dica para queimaduras leves em crianças?
beijinhos

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Livro Movendo os Céus Alcançando Milagres de Deus em Oração

Livro Movendo os Céus Alcançando Milagres de Deus em Oração
Adquira o seu!!!